Economia

Preço das portagens poderá aumentar, ANTRAM fala em subida "incomportável"

Loading...
O preço das portagens poderá aumentar 10,4%, o que representa um aumento superior ao dos últimos cinco anos somados.

Com os possíveis aumentos das portagens no próximo ano, devido à crescente inflação, as transportadoras de mercadorias pedem ao Governo um teto semelhante ao das rendas. A Brisa, a maior concessionária de autoestradas do país, já enviou ao executivo uma proposta face à subida de preços de mais de 10% no próximo ano.

O preço das portagens poderá aumentar 10,4%, o que representa um aumento superior ao dos últimos cinco anos somados, o que a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) entende ser "incomportável". André Matias de Almeida indica que isto resulta no aumento do custo das mercadorias.

A Associação propõe ao Governo a criação de um regime excecional, semelhante ao que criou para os senhorios, que impôs um travão ao aumento das rendas até 2%. As transportadoras apelam ainda à diminuição do preço das portagens em alguns períodos do dia.

A atualização anual das taxas de portagens é calculada tendo em conta a inflação registada em outubro do ano anterior, sem o efeito da habitação.

A ministra da Coesão, Ana Abrunhosa, garantiu no início do mês que o Governo tenciona continuar a reduzir as portagens no próximo ano, nas autoestradas do Interior do país.

A Brisa, a maior concessionária de autoestradas do país, enviou as propostas de preços para o próximo ano e agora, o Governo dispõe de 30 dias para se pronunciar.

Últimas Notícias