Economia

Privatização da TAP: ministro da Economia apresenta forte candidata

Loading...

Pode estar em causa a alienação de 100% do capital da companhia aérea portuguesa.

O ministro da Economia admite que o grupo de aviação da Iberia é uma das opções de topo para a privatização da TAP. António Costa Silva fala em benefícios com a ligação direta ao hub de Madrid.

“Nesta fase, a empresa está a recuperar, já tem resultados positivos, estão criadas as condições para a reprivatização e, portanto, todos os operadores internacionais que queiram vir à reprivatização, são bem-vindos. É esse o aspeto fundamental. Se for a Iberia, se forem outras companhias… não [é] especificamente ser a Ibéria. Nós, nesta altura não podemos excluir ninguém”, afirmou hoje o ministro aos jornalistas, na Guarda, onde foi questionado sobre uma entrevista ao jornal espanhol Eleconomista.es sobre a TAP.

Numa entrevista ao jornal espanhol, o ministro da Economia diz que a "TAP criou condições para a Iberia entrar na privatização".

A Iberia pertence ao IAG (International Airlines Group) que também é dono da Vueling e da British Airways.

Na corrida pela compra da TAP há mais interessados, a alemã Lufthansa e a Air France/KLM, ambas já disseram publicamente que a companhia aérea portuguesa é atrativa.

O primeiro-ministro anunciou no ano passado que a ideia do Governo era vender a TAP em 2023, sem avançar valores.

Últimas Notícias
Mais Vistos