Assalto em Tancos

Tancos. Marcelo garante que só soube da possível encenação 9 meses depois do material ser encontrado

Presidente da República prestou esta quinta-feira depoimento por escrito como testemunha.

Marcelo Rebelo de Sousa garante que só soube da possível encenação do achamento das armas de tancos mais de nove meses depois do material ter sido encontrado pela Polícia Judiciária Militar.

No depoimento que fez chegar ao julgamento, o Presidente da República assegura que antes disso nunca recebeu qualquer informação do Governo, das chefias militares, nem dos seus assessores.

A revelação de que poderia ter existido uma encenação no aparecimento, só lhe chegou aos ouvidos no final de julho de 2018, pela boca da Procuradora-Geral.