Eleições Autárquicas

Autárquicas. Bruno Horta Soares é a nova escolha do IL para a câmara de Lisboa

Facebook - Bruno Horta Soares

A apresentação formal do candidato foi feita em Plenário de Membros do Núcleo.

O fundador da Iniciativa Liberal Bruno Horta Soares foi o novo candidato escolhido pela estrutura local do partido para encabeçar a lista à Câmara de Lisboa, substituindo assim Miguel Quintas que saiu da corrida autárquica "por motivos pessoais".

"Dando continuidade à estratégia de avançar com candidatura própria à autarquia de Lisboa, Bruno Horta Soares, fundador da Iniciativa Liberal, foi a escolha do Núcleo Territorial de Lisboa para ser o candidato do partido à Câmara Municipal. A apresentação formal foi feita hoje [sábado] em Plenário de Membros do Núcleo", pode ler-se numa nota enviada à agência Lusa.

Na lista à Câmara de Lisboa para as próximas eleições autárquicas mantém-se a advogada Ana Pedrosa-Augusto, com 40 anos, que foi vice-presidente eleita no primeiro congresso do Aliança, e que já tinha sido apresentada em 6 de março, aquando do anúncio feito pelo presidente do partido, João Cotrim Figueiredo, de não aceitar apoiar o social-democrata Carlos Moedas e avançar com uma candidatura própria à capital.

Bernardo Blanco também integra esta lista à câmara. Com 25 anos e licenciado em gestão, é atualmente é assessor político do gabinete parlamentar e membro da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal.

O Núcleo Territorial de Lisboa apresentou ainda os cinco primeiros nomes para a candidatos à Assembleia Municipal de Lisboa, uma lista liderada pelo primeiro presidente da Iniciativa Liberal, Miguel Ferreira da Silva.

Os liberais escolheram ainda para este órgão um atual deputado municipal em Lisboa, Rodrigo Mello Gonçalves, eleito pelo PSD, mas que desde 2019 é independente depois de em janeiro desse ano se ter desfiliado do partido por divergências com a direção de Rui Rio.

Seguem-se Angélique Da Teresa, Gonçalo Cordeiro e Maria Miguel Malhão todos membros do Grupo de Coordenação Local de Lisboa.

Conforme noticiado esta manhã pela Lusa, todas estas escolhas serão agora submetidas à Comissão Executiva para ratificação em Conselho Nacional agendado para dia 27.

Miguel Quintas retirou-se da candidatura por "motivos pessoais"

Em declarações à agência Lusa a propósito das eleições autárquicas, João Cotrim Figueiredo assumiu que "o dano reputacional" para a Iniciativa Liberal no processo para a Câmara de Lisboa "seria superior" caso não tivesse sido tomada a decisão "rápida e corajosa" de substituir o candidato inicialmente escolhido, Miguel Quintas, poucos dias depois do seu anúncio.

Três dias depois da sua apresentação, Miguel Quintas retirou-se da candidatura à Câmara de Lisboa por "motivos pessoais", decisão então aceite pelos órgãos locais e nacionais da Iniciativa Liberal, de acordo com o comunicado então divulgado.

De acordo com a biografia disponibilizada, o novo cabeça-de-lista à Câmara de Lisboa, Bruno Horta Soares, com 41 anos, é atualmente membro do Conselho Nacional da Iniciativa Liberal e, profissionalmente, é consultor e professor universitário nas áreas de Transformação Digital, Governança, Gestão, Risco e Cibersegurança, tendo iniciado a sua carreira na Deloitte Consulting e passado pela KPMG.