Eleições Autárquicas

Autárquicas. Chega diz que estará "ao nível do PS e do PSD" em número de candidaturas

ANTÓNIO COTRIM

André Ventura acredita que o Chega "elegerá centenas de autarcas no país inteiro."

O presidente do Chega, André Ventura, afirmou este sábado que o partido estará "ao nível do PS e do PSD" em número de candidaturas nas eleições autárquicas que deverão ocorrer em setembro ou outubro.

"O partido conseguirá um feito que só o PS e o PSD fizeram nos últimos 46 anos, que é concorrer à grande maioria dos concelhos e à grande maioria das freguesias. Podemos dizer hoje que vamos ter uma perspetiva autárquica e uma candidatura autárquica ao nível do PS e do PSD", afirmou.

André Ventura falava em Bragança na abertura da II Convenção Autárquica do Chega, a primeira da zona Norte, e salientou que "o partido tem dois anos, terá candidaturas superiores às do Bloco de Esquerda e estará equiparado ao nível do PSD e do PS, ao nível de participação em freguesia, câmaras municipais, etc".

"A nossa perspetiva é clara: nós queremos ser a terceira força política nestas eleições autárquicas e queremos muito que estas eleições autárquicas sejam o primeiro passo para estabilizar e consolidar o partido a nível nacional", apontou.

Para o líder do Chega, "um bom resultado autárquico permitirá ao partido ter outra base e outra força para lutar contra o processo de legalização que está em curso".

André Ventura acredita que o Chega "elegerá centenas de autarcas no país inteiro, centenas de deputados municipais, vereadores, ect e isso mostrará a força de um partido que certamente não pode ser, nem poderá ser ilegalizado".

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia