Caso Maddie

Pai de Maddie "está expectante de que alguma coisa possa ser descoberta"

Rogério Alves, antigo representante do casal McCann, em entrevista à SIC Notícias.

Os pais de Madeleine McCann estão expectantes para perceber o que é que as autoridades farão com os novos desenvolvimentos no caso do desaparecimento da filha.

A informação foi avançada por Rogério Alves, antigo representante do casal, depois de falar recentemente com os pais de Maddie.

As autoridades acreditam ter identificado o responsável pelo sequestro de Maddie McCann. Trata-se de um homem de nacionalidade alemã, de 43 anos, que cumpre nesta altura pena de prisão por outros crimes.

A polícia britânica, em simultâneo com a polícia alemã, lançou esta quarta-feira um novo apelo público de informação sobre este suspeito. Esteve na Praia da Luz há 13 anos, na altura em que a criança desapareceu, e uma das suas viaturas terá sido utilizada no sequestro.

O DESAPARECIMENTO DE MADDIE

Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de fazer 4 anos, a 3 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve.

A polícia britânica começou por formar uma equipa em 2011 para rever toda a informação disponível, abrindo um inquérito formal no ano seguinte, tendo até agora despendido perto de 12 milhões de libras (14 milhões de euros).

A Polícia Judiciária (PJ) reabriu a investigação em 2013, depois de o caso ter sido arquivado pela Procuradoria Geral da República em 2008, ilibando os três arguidos, os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, e um outro britânico, Robert Murat.

Veja também: