Coronavírus

Mais cinco casos confirmados de Covid-19 no Rio de Janeiro

Fernando Bizerra

Totalizando oito pessoas infetadas.

Especial Coronavírus

O estado brasileiro do Rio de Janeiro registou esta segunda-feira mais cinco casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), totalizando oito pessoas infetadas, informou em comunicado a Secretaria de Saúde daquela região.

"A Secretaria de Saúde confirmou hoje cinco novos casos do Covid-19. Com isso, o número passou de três casos confirmados para oito no estado. Os novos pacientes são três homens (de 27, 42 e 70 anos) e duas mulheres (de 56 e 61 anos)", refere o comunicado, adiantando que "todos estão em isolamento domiciliário e apresentam estado de saúde estável".

Desta forma, o estado tem seis infetados no município do Rio de Janeiro, um em Niterói e outro em Barra Mansa, além de 123 casos suspeitos.

De acordo com a Secretaria de Saúde, os novos pacientes infetados regressaram de viagens à Europa, entre os dias 03 e 05 de março, com passagem por países como Itália, Portugal, Espanha, Suíça, Holanda, Israel, Egito e Grécia, apresentando febre, tosse e mialgia, entre outros sintomas.

"Reforço que, até ao momento, continuamos sem transmissão ativa [transmissão local] do vírus no Rio de Janeiro. Os casos confirmados até agora são importados do exterior. Permanecemos no nível zero do nosso plano de contingência. Alerto a população para os cuidados para prevenir o contágio, como higienizar as mãos com frequência e evitar levá-las ao rosto", indicou o secretário de Saúde, Edmar Santos.

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde do Brasil, o país tinha, até à manhã de hoje, 25 casos confirmados do novo coronavírus. Contudo, esses números não englobam os novos infetados no estado do Rio de Janeiro, que só foram difundidos ao final da tarde de hoje.

O Brasil tem ainda 930 casos suspeitos e já descartou outros 685, segundo anunciou o Ministério da Saúde na rede social Twitter.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.900 mortos.

Cerca de 113 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 62 mil recuperaram.

Nos últimos dias, a Itália tornou-se no caso mais grave de epidemia fora da China, com 463 mortos e mais de 9.100 contaminados pelo novo coronavírus, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia.

O Governo português decidiu hoje suspender todos os voos com destino ou origem nas zonas mais afetadas em Itália, recomendando também a suspensão de eventos em espaços abertos com mais de 5.000 pessoas.

Portugal regista 39 casos confirmados de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

A DGS comunicou também que em Portugal se atingiu um total de 339 casos suspeitos desde o início da epidemia, 67 dos quais ainda a aguardar resultados laboratoriais.

Veja também: