Coronavírus

Queda das ações da petrolífera Aramco encerram operações em Riade

Amr Nabil

Queda provocada pelas notícias sobre o coronavirus.

Especial Coronavírus

As ações da empresa petrolífera saudita Aramco caíram 10% na abertura da bolsa de valores de Riade, interrompendo as operações financeiras.

O índice Tadawul só permite uma flutuação diária de 10% o que significa que as operações foram suspensas logo após a abertura do mercado.

A queda das ações da Aramco surge na sequência da maior queda do preço do barril de petróleo desde o início da primeira Guerra do Golfo, em 1991.

Nos outros mercados bolsistas do Médio Oriente também se registaram quedas provocadas pelas notícias sobre o coronavírus (Covid 19) e também pelas falhas negociais que tentaram um acordo entre a OPEC e a Rússia na semana passada.

Hoje, o preço do barril de brent, de referência na Europa, abriu a cair 26,31% para 33,36 dólares.