Coronavírus

OMS pede à Europa medidas mais "audaciosas" para combater novo coronavírus

MARTIN DIVISEK / EPA

A Europa é atualmente a zona do mundo no centro da pandemia da Covid-19.

Especial Coronavírus

A Organização Mundial de Saúde (OMS) pediu hoje a todos os países europeus, sem exceção, medidas mais “audaciosas” para combater a ameaça do novo coronavírus, lembrando que a Europa é atualmente o “epicentro” da pandemia da Covid-19.

“Todos os países, sem exceção, devem tomar medidas mais audaciosas para travar ou diminuir a ameaça do vírus", afirmou o diretor regional da OMS para a Europa, Hans Kluge, em declarações feitas a partir de Copenhaga (Dinamarca).

A OMS Europa, que abrange uma área que vai do oceano Atlântico ao Pacífico, integra 53 países e territórios tão diversos como Rússia, Andorra, Alemanha ou Tajiquistão.

Os números mais ecentes da pandemia no mundo

O novo coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou, até à data, mais de 180 mil pessoas, das quais mais de 7.000 morreram.

Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 145 países e territórios, o que levou a OMS a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que regista a maioria dos casos, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, com mais 67 mil infetados e pelo menos 2.684 mortos.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje número de casos confirmados de infeção para 448, mais 117 do que na segunda-feira, dia em que se registou a primeira morte no país.

SIGA AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19

Veja também: