Coronavírus

Angolanos repatriados de Portugal: "Casas de banho para dividir com muita gente"

Rita Rogado

Rita Rogado

Jornalista

Só foram informados durante o voo da quarentena obrigatória na cidade de Calumbo.

Saiba mais...

Mais de 300 angolanos repatriados de Portugal foram levados para quarentena obrigatória na cidade angolana de Calumbo.

À SIC, uma passageira do voo da TAAG contou que só foram informados durante a viagem de que o isolamento não seria feito nas próprias casas e queixa-se das condições do local.

O Governo angolano determinou quarentena obrigatória para quem venha de países afetados, como o caso deste grupo.

A medida foi tomada depois de terem sido registados este sábado os primeiros casos positivos. Tratam-se de dois homens que estiveram em Portugal há menos de uma semana.

Veja também: