Coronavírus

Pelo menos três infectados com o novo coronavírus nas cadeias portuguesas

Direção-geral dos Serviços Prisionais admite libertar reclusos vulneráveis.

Especial Coronavírus

Há pelo menos três infectados nas cadeias portuguesas. O último caso conhecido é o de um guarda prisional de 60 anos, na cadeia de Custóias.


A denúncia foi feita esta manhã pelo Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional, numa altura em que o diretor-geral dos Serviços Prisionais, já disse que concorda com a libertação dos presos mais vulneráveis, como recomendaram as Nações Unidas.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19