Coronavírus

Covid-19: Espanha supera os 100 mil casos e os 9 mil mortos

Susana Vera

É o terceiro país do mundo mais afetado pela pandemia.

Especial Coronavírus

Nas últimas 24 horas, Espanha registou mais 864 mortes - o valor mais alto num só dia desde o início da pandemia e o quinto dia consecutivo com mais de 800 vítimas mortais - e 7.719 casos de Covid-19.

O balanço de vítimas do novo coronavírus em território espanhol ascende agora a 102.136 infetados e 9.053 vítimas mortais.

O país tem neste momento 5.872 doentes internados nos cuidados intensivos. 22.647 pessoas tiveram alta e estão curadas.

Espanha é atualmente o segundo país com mais vítimas mortais por Covid-19, só atrás de Itália, que contabiliza 12.428.

Luta contra o tempo em Espanha para salvar o maior número possível de vidas

Nesta altura, o tratamento de doentes graves no país está em risco em seis das 17 regiões autónomas.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Vários hospitais estão à beira da rutura.

Espanha aprova subsídio extraordinário de desemprego

O Governo espanhol aprovou ontem a concessão de um subsídio extraordinário de desemprego de 440 euros por mês aos trabalhadores temporários cujo contrato tenha terminado durante o “estado de emergência” e não tenham direito a outros apoios.

A decisão visa reforçar as medidas económicas e sociais para apoiar os mais castigados com a situação criada pela pandemia.

O subsídio de desemprego excecional vai proteger os trabalhadores cujo contrato temporário tenha terminado após a declaração do “estado de emergência” e não tenham direito a outras ajudas ao desemprego, renda mínima, subsídio de inclusão, salário social ou auxílio similar concedido por qualquer administração pública.

MADRID REGIONAL PRESIDENCY HANDOUT