Coronavírus

Prolongamento do estado de emergência com restrições mais apertadas

Rita Neves

Rita Neves

Jornalista

Medidas só vão ser decididas esta tarde em Conselho de Ministros. Mas o decreto do Presidente da República não só mantem as regras de contenção, como dá poderes ao Governo para reforçar algumas restrições.

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro esteve ontem no Programa da Cristina, na SIC, e avisou que o governo vai ter medidas mais claras de restrição à circulação, num período propício a movimentações devido à Páscoa.

No final do Conselho de Ministros que aprovou o prolongamento do estado de emergência, António Costa pediu ainda um esforço extra aos portugueses durante o mês de abril, que será decisivo na luta contra a pandemia.

O decreto presidencial que prolonga o estado de emergência por mais 15 dias, mantém as regras já existentes mas acrescenta novos pontos, como a proteção ao emprego, a possibilidade de controlo de preços e medidas urgentes para proteção dos reclusos.

Dá ainda a liberdade ao Governo para alterar o calendário escolar e reorganizar os períodos letivos.

O prolongamento do estado de emergência é anunciado esta noite ao país por Marcelo Rebelo de Sousa.