Coronavírus

Covid-19: Fenprof doa 10 mil euros para material de saúde ao Instituto Ricardo Jorge

Denis Balibouse

Organização sindical vai também associar-se à divulgação das campanhas de solidariedade em curso.

Especial Coronavírus

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) vai doar 10 mil euros ao Instituto Ricardo Jorge e associar-se à divulgação das campanhas de solidariedade em curso, no âmbito do combate à pandemia de Covid-19.

A maior organização sindical de professores anunciou esta sexta-feira, em comunicado, que decidiu contribuir para "a aquisição de material necessário aos serviços públicos de saúde", que "tão boa resposta têm dado" num momento difícil da vida dos portugueses.

No documento, a Fenprof reitera a solidariedade e o orgulho já manifestado no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e nos seus profissionais.

"A Fenprof estende o seu apreço a todos os trabalhadores de serviços essenciais para a superação do grave problema de saúde pública que se vive (bombeiros, forças de segurança, trabalhadores do comércio, de produção de bens essenciais, trabalhadores que continuam a recolher o lixo todos os dias, entre outros) e afirma que a valorização do trabalho e dos trabalhadores não pode ser uma atitude meramente conjuntural em resultado da situação pandémica que Portugal enfrenta", lê-se no documento emitido pela organização, após reunir o secretariado nacional.

A estrutura sindical lembrou também, de forma solidária, todos os trabalhadores que perderam o emprego ou viram os contratos de trabalho suspensos, devido à atual crise provocada pelas medidas de isolamento destinadas a combater a propagação do novo coronavírus.

Juntamente com esta posição, a federação reitera os alertas já expressos sobre o ano letivo em curso, de forma digital, alertando mais uma vez que nem todos os alunos e professores têm os meios técnicos adequados ao seu dispor para a prossecução das atividades letivas.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A PANDEMIA DA COVID-19