Coronavírus

Filinto Lima deixa dois pedidos ao Governo: a preservação da saúde e o cuidado com os alunos do 12º ano

Entrevista na íntegra

Presidente da Associação de Diretores e Agrupamentos de Escolas Públicas garante confiar no Ministério da Educação.

Especial Coronavírus

Filinto Lima considera a telescola uma boa iniciativa. Os conteúdos a que os alunos poderão ter acesso pela televisão será um recurso importante na apredizagem. Vão fica à disposição dos professores, que as deverão usar, diz Filinto Lima, a par do plano de implementação que cada escola vai definir.

Em relação ao terceiro periodo "estamos todos a navegar à vista". O presidente da Associação Nacional de Diretores e Agrupamentos de Escolas Públicas entende que não se possa tomar grandes decisões para um período temporal exagerado e percebe que só no dia 9 de abril se possam anunciar as decisões.

Porém deixa dois pedidos ao Governo. O primeiro para que a decisão anunciada no dia 9 de abril preserve a saúde dos alunos, professores e funcionários e o segundo para que o executivo tenha em conta a situação dos alunos do 12º ano, talvez "os mais ansiosos e os mais angustiados", considera Filinto Lima.

O representante dos diretores das escolas e agrupamentos tentou tranquilizar pais e alunos dizendo que todos estão a trabalhar para que o 3º período seja ainda melhor que os últimos 15 dias de aulas.

Em entrevista à SIC, disse que a associação tomará uma posição que fará chegar ainda este sábado ao ministro da Educação.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES DA PANDEMIA DE COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS