Coronavírus

Governo falha promessa de testar dois lares em Aveiro 

Governo falha promessa de testar dois lares em Aveiro 

55 pessoas aguardam há duas semanas pelos testes no lar da ASAS Santa Joana

Especial Coronavírus

O lar da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro, onde já morreram 15 pessoas e quase 100 infetados, esteve duas semanas à espera dos kits de testes à covid-19.

Depois das críticas do Presidente de Câmara de Aveiro, Ribau Esteves, que revelou que o stock de zaragatoas do Hospital Distrital de Aveiro chegou a zero, o Secretário de Estado da Saúde garantiu que ainda esta terça-feira seriam testados os dois lares de idosos de Aveiro. Mas ao que a SIC apurou, foram feitas análises em apenas um: o Centro Paroquial de Santa Joana Princesa. Aqui fizeram-se 27 testes depois de, no fim de semana, se ter descoberto um caso positivo numa residente que foi internada no Hospital.

Já a ASAS Santa Joana aguarda há duas semanas por análises a pelo menos 35 utentes e 20 funcionários. O lar tem quatro idosos em isolamento e, com receio de estarem infetados, os trabalhadores rejeitam regressar a casa e estão a dormir na instituição há quase duas semanas. Os testes ainda não foram realizados apesar de o secretário de Estado Adjunto e da Saúde ter anunciado que aconteceriam durante esta terça-feira.