Coronavírus

Homem condenado a três meses de prisão por roubar máscaras em Londres

David Mercado

Condenado por ter roubado três máscaras de proteção contra a pandemia da Covid-19 num hospital de Londres.

Especial Coronavírus

A Justiça britânica condenou um homem a três meses de prisão por ter roubado três máscaras de proteção contra a pandemia da Covid-19 num hospital de Londres, informou a polícia.

Natural de Clapham, no sul de Londres, Lerun Hussain, de 34 anos, declarou-se culpado num tribunal de Londres quando foi acusado de ter roubado, no domingo à noite, máscaras cirúrgicas do King's College Hospital.

Esta não foi a primeira vez que os tribunais ingleses mandaram prender pessoas por roubo de material de proteção contra o novo coronavírus, que já provocou a morte de mais de 6.000 pessoas no Reino Unido.

Na semana passada, em Londres, um homem foi condenado a seis meses de prisão por tossir na direção de um polícia, depois de alegar estar infetado com o vírus.

Também na semana passada, um consultório médico do centro de Inglaterra pediu aos ladrões que devolvessem a única caixa de máscaras que tinha e que tinha sido roubada.

"A pessoa que roubou a única caixa de máscaras que tínhamos para todo o edifício, e que tinha sido gentilmente cedida pelo consultório de um dentista ontem à tarde, pode devolvê-la?", escreveram os responsáveis do consultório numa mensagem publicada no Facebook. "Precisamos de proteger o nosso pessoal, é o que nos permite mantermo-nos abertos", acrescentaram.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19