Coronavírus

Portugal inicia produção industrial de zaragatoas para testes clínicos para a Covid-19

Denis Balibouse

Produção será uma parceria entre a empresa Hidrofer, o Centro Académico Clínico Algarve Biomedical Centre (ABC) e o Instituto Superior Técnico (IST).

Especial Coronavírus

A empresa Hidrofer, em colaboração com o Centro Académico Clínico Algarve Biomedical Centre (ABC) e o Instituto Superior Técnico (IST), avançou hoje com a produção industrial de zaragatoas para testes clínicos para a covid-19, anunciou esta quarta-feira o Governo.

A empresa Hidrofer, de Famalicão, tem como objetivo uma produção diária de cerca de 50 mil unidades.

"Vai suprimir as atuais necessidades, sendo o consumo diário atualmente de cerca de 12 mil unidades em todo o país", informa em comunicado.

Segundo a entidade tutelada por Manuel Heitor, isto significa que Portugal passa "da importação à exportação de zaragatoas através da colaboração entre a ciência e a indústria".

As zaragatoas são instrumentos essenciais para a colheita de material biológico destinado à realização dos testes para a despistagem da covid-19, e o excesso de procura no mercado mundial tem tornado complexa a aquisição das mesmas, assinalou o ministério.

"A ABC começou por consultar a listagem de materiais que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), devem ser utilizados nas zaragatoas virais para detetar a covid-19, e, em articulação com a 'startup' Mark 6 Prototyping, definiu os materiais indicados para as produzir", informou o executivo.

E acrescentou:

"Após os testes de validação, foram estabelecidas com a Hidrofer as linhas estratégicas para a produção massificada".


A Hidrofer dirigiu a sua produção para as zaragatoas de Dacron, a matéria-prima mais adequada para detetar a Covid-19, e o IST vai realizar a sua esterilização, enquanto o ABC vai produzir e disponibilizar o líquido de transporte necessário para colocar a zaragatoa após a sua colheita.

Os ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (Ana Mendes Godinho), e o secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, visitaram hoje, dia do lançamento da nova produção, as instalações da Hidrofer, em Famalicão.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19