Coronavírus

GNR e PSP já detiveram 67 pessoas e encerraram 223 estabelecimentos

ESTELA SILVA

Desde dia 3 de abril, altura em que foi renovado o estado de emergência em Portugal.

Especial Coronavírus

A GNR e a PSP detiveram, até às 17:00 desta quinta-feira, 67 pessoas por desobediência ao estado de emergência imposto devido à pandemia e fecharam 223 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas, informou o Ministério da Administração Interna (MAI).

Em comunicado, o MAI especifica que dos 67 detidos, 18 foram por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 29 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, oito por desobediência ao encerramento de estabelecimentos, um por resistência e 11 por violação do cordão sanitário de Ovar.

No mesmo período, acrescenta o MAI, foram encerrados 223 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas no decreto que renovou o estado de emergência, em vigor desde as 00:00 de 3 de abril.

Estes números juntam-se aos verificados no primeiro período de estado de emergência, que vigorou entre 22 de março e 2 de abril, período durante o qual se registaram 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais.

"O Ministério da Administração Interna, perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da Covid-19, insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência", refere a nota.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19