Coronavírus

Bolsonaro diz que ninguém o pode proibir de circular

Adriano Machado

Presidente brasileiro diz que tem "direito constitucional de ir e vir".

Especial Coronavírus

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, voltou a circular esta sexta-feira nas ruas de Brasília, apesar de o Governo promover isolamento social, e disse que ninguém vai limitar a sua "liberdade de ir e vir".

"Eu tenho o direito constitucional de ir e vir. Ninguém vai tolher minha liberdade de ir e vir. Ninguém", afirmou o Presidente brasileiro, ao ser questionado por que desrespeitou as orientações das autoridades sanitárias, incluindo o Ministério da Saúde, que mantém uma recomendação favorável ao isolamento social para prevenir a propagação da pandemia de Covid-19.

O chefe de Estado brasileiro visitou áreas comerciais e residenciais nas ruas da capital brasileira e tirou fotografias com apoiantes que se aglomeraram à sua volta.

Bolsonaro já criticou diversas vezes o isolamento social adotado por autoridades locais e governadores regionais, afirmando que os brasileiros sem doenças prévias e que não estão nos grupos de risco deveriam retomar normalmente as suas atividades, incluindo a circulação nas ruas, para evitar um colapso da economia.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19

ESPECIAL NOVO CORONAVÍRUS COVID-19

  • Uma Casa Cheia
    13:06