Coronavírus

Distribuidores de jornais pedem ajuda ao Governo

Distribuidores de jornais pedem ajuda ao Governo

Há menos consumo de jornais e menos pontos de venda abertos. 

Especial Coronavírus

O estado de emergência impôs o encerramento dos estabelecimentos comerciais com atendimento ao público. Os quiosques foram uma das exceção, no entanto quase 20% dos proprietários decidiram suspender a atividade e algumas autarquias deram até ordens para encerrar este tipo de estabelecimentos.

Com menos pontos de venda de jornais e revistas e menos pessoas a comprar, quem os imprime e distribui sente a quebra e pede ao Estado medidas de apoio.