Coronavírus

Navio que atracou em Lisboa parte às 24:00

Não foram realizados desembarques durante a escala técnica.

Especial Coronavírus

O navio Viking Sun, que chegou hoje a Lisboa para uma escala técnica, tem saída prevista para as 24:00 e não será feito qualquer desembarque, referiu fonte do Porto de Lisboa à agência Lusa.

O navio Viking Sun chegou cerca das 13:00, proveniente de Gibraltar, onde fez a última paragem.

"O navio vem a Lisboa fazer abastecimento de combustível, peças e mantimentos e tem a bordo 459 tripulantes. Não será efetuado nenhum desembarque em Lisboa", informou o Porto de Lisboa.

A embarcação partiu de Sidney, na Austrália, no dia 11 de fevereiro e prevê-se que a viagem termine em 15 de abril, em Portsmouth, Inglaterra.

O Porto de Lisboa não adiantou se existem pedidos de outras embarcações para atracar na capital portuguesa.

Segundo o Ministério das Infraestruturas, a atividade dos portos está "a decorrer de forma normal" - ao abrigo do estado de emergência, no contexto da pandemia de Covid-19, os navios de cruzeiro apenas podem atracar e abastecer.

"O Ministério das Infraestruturas não tem qualquer pedido de desembarque de passageiros, com ou sem Covid-19, porque neste momento essa atividade está suspensa, exceto para abastecimento, que é o que está a acontecer hoje", disse à agência Lusa fonte da tutela.

"Relativamente a desembarque de passageiros ou tripulações, esses casos são excecionais nesta altura e são avaliados caso a caso. Neste momento não temos nenhum pedido para atracar navios com desembarque de passageiros", acrescentou.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já provocou mais de 103 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 470 mortos, mais 35 do que na sexta-feira (+8%), e 15.987 casos de infeção confirmados, o que representa um aumento de 515 em relação a sexta-feira (+3,3%).

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19