Coronavírus

Mais de 10% da tripulação de um porta-aviões americano está infetada

STR

3.696 membros da tripulação foram transferidos para hotéis ou quartéis na ilha de Guam, território insular dos Estados Unidos no Pacífico

Especial Coronavírus

Mais de 10% dos 4.800 membros da tripulação do porta-aviões americano “Theodore Roosevelt” testaram positivo à covid-19, afirmou um porta-voz da Marinha dos Estados Unidos.

“92% da tripulação do ‘Theodore Roosevelt’ já foi testado. Neste momento, há 550 testes positivos e 3.673 negativos”, disse à agência de notícias France-Press um porta-voz da Marinha americana.

A mesma fonte referiu que 3.696 membros da tripulação foram transferidos para hotéis ou quartéis na ilha de Guam, território insular dos Estados Unidos no Pacífico, onde o navio atracou, depois de terem sido identificados três militares infetados com o novo coronavírus.

O comandante do porta-aviões nuclear “Theodore Roosevelt”, Brett Crozier, foi demitido a 02 de abril, depois de ter pedido a retirada de parte significativa da tripulação devido à propagação do novo coronavírus.

Posteriormente, o secretário da Marinha dos Estados Unidos, Thomas Modly, muito criticado pela forma como geriu esta crise, demitiu-se.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 107 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, quase 345 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Os Estados Unidos são o país que regista o maior número de mortes, contabilizando 20.071, e aquele que tem mais infetados, com perto de 520 mil casos confirmados.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19

ESPECIAL NOVO CORONAVÍRUS