Coronavírus

Cerimónia do 25 de abril: António Costa diz que não é o momento para divisões

Os serviços da Assembleia vão reunir com a DGS.

Especial Coronavírus

A cerimónia do 25 de abril deverá ter menos pessoas do que estava inicialmente previsto, uma vez que vários partidos vão ter nas bancadas um número de deputados menor do que o limite permitido e a SIC sabe que a lista de convidados só vai ser fechada esta segunda-feira.

O primeiro-ministro falou esta segunda-feira de manhã sobre o tema que tem gerado polémica e defendeu que este não é um momento para divisões.

Acompanhe aqui em direto toda a informação sobre a Covid-19