Coronavírus

Bolsonaro considera que isolamento social no Brasil foi "inútil"

Joédson Alves

Justiça deu 48 horas ao Presidente brasileiro para apresentar resultado do teste.

Especial Coronavírus

O Presidente brasileiro voltou a insistir que mais de metade da população vai ficar infetada e que os esforços contra a pandemia não valeram de nada.

Bolsonaro falou novamente nos efeitos colaterais do vírus, sobretudo na questão do desemprego.

Entretanto, a Polícia Federal de São Paulo rejeitou o relatório que dava conta que os testes da covid-19 realizados pelo Presidente brasileiro foram negativos. A Justiça deu 48 horas para a apresentação efetiva dos exames.

Nas últimas 24 horas, o Brasil registou mais 435 mortes pelo novo coronavírus e teve o número mais alto de infetados com um total de 7.218.

Desde o início da pandemia, o país já contabilizou cerca de 5.900 óbitos e mais de 85 mil casos de infeção pela covid-19.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19