Coronavírus

49,2% dos portugueses diz que impacto psicológico da pandemia é “moderado a severo”

Mulheres sofrem mais com depressão, ansiedade e stress.

Especial Coronavírus

Quase metade dos portugueses classifica como "moderado a severo" o impacto psicológico da pandemia do novo coronavírus. É uma das conclusões do estudo do Instituto de Psicologia Clínica e Forense.

A investigação concluiu também que os níveis de depressão, ansiedade e stress são maiores nas mulheres.

O questionário esteve disponível na internet durante três dias no final de março e contou com a participação de mais de 10 mil pessoas.

A vice-presidente da Ordem dos Psicólogos considera que a pandemia vai ter também um impacto na forma como nos relacionamos uns com os outros.

Sofia Ramalho explica que vai haver diferentes formas de lidar com o regresso à normalidade depois do período de distanciamento social.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO AS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19