Coronavírus

Mais 185 mortes em Espanha nas últimas 24 horas, números voltam a aumentar

Susana Vera

O último balanço das autoridades de saúde espanholas.

Especial Coronavírus

O Ministério de Saúde espanhol anunciou esta terça-feira a existência de 25.613 mortes e 219.329 casos de Covid-19 no país.

O número de vítimas mortais subiu, de ontem para hoje, de 25.428 para 25.613, mais 185, um aumento face ao dia anterior, enquanto o número de infetados aumentou 1.328 para 219.329.

Espanha regista menos de 200 vítimas mortais pelo terceiro dia consecutivo.

Espanha perde quase um milhão de empregos desde meados de março

O número de inscritos nos serviços de Segurança Social em Espanha baixou em 947.896 pessoas entre 12 de março e finais de abril, devido à pandemia da Covid-19, de acordo com dados divulgados hoje pelo Governo espanhol.

Em média houve menos 548.093 filiados em abril, o que significa a maior destruição de emprego no quarto mês do ano desde 2009, sendo o número total de pessoas empregadas agora de 18.458.667.

Bernat Armangue

Por outro lado, número de desempregados inscritos nos centros de emprego espanhóis aumentou em 282.891 pessoas em abril, um aumento acentuado que não se verificava desde maio de 2016, alcançando um total de 3,83 milhões de pessoas.

Federação espanhola quer final da Taça do Rei com público

A Federação espanhola de futebol (RFEF) "partilha plenamente" o desejo esta segunda-feira manifestado por Athletic Bilbau e Real Sociedad de disputarem a final da Taça do Rei com público, mas não avança uma nova data.

Paul White

O organismo defende que a competição "com as maiores raízes e tradição do futebol espanhol merece uma final com público", contudo não se compromete com uma data, até 3 de agosto, que permita ao vencedor ser apurado para a Liga Europa.

A teoria (polémica) de uma governante espanhola sobre o sucesso português

"Em Portugal (o vírus) parou antes. Vinha de leste e eles estão um pouco mais a oeste e então puderam parar um pouco antes", disse Teresa Ribera numa entrevista publicada no domingo no El País.

A responsável governamental encarregada de coordenar os trabalhos do plano de transição para uma "nova normalidade" também explicou que em Portugal houve um comportamento por parte do conjunto da sociedade e das forças políticas "muito mais unido" e com "entreajuda".

Susana Vera

A teoria de Teresa Ribera, que também é ministra para a Transição Ecológica e o Desafio Demográfico, a relacionar a progressão do vírus com a posição geográfica de cada país teve muitas reações nas redes sociais até à manhã de segunda-feira. Alguns internautas recordaram à ministra que, por exemplo, um país como a Grécia tem apenas 14 mortos por cada milhão de habitantes e encontra-se mais a leste do que Itália, Espanha, ou Portugal.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO AS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19