Coronavírus

Fenprof critica documento "generalista" e pede protocolo sanitário para as escolas

Mário Nogueira diz que o documento de orientações enviado às escolas é muito generalista.

Especial Coronavírus

A Federação Nacional dos Professores considera que as medidas apresentadas pelo Governo para a reabertura das escolas não são suficientes para garantir a segurança dos alunos e dos professores.

Mário Nogueira afirma que deveria ter sido elaborado um protocolo sanitário para todas as escolas, porque o documento de orientações é “demasiado generalista” e deixa à consideração dos estabelecimentos situações que deveriam estar definidas como distâncias de segurança e número de alunos por sala.

O líder do sindicato apela ainda à contratação de mais professores para que a carga de trabalho não tenha que ser reduzida.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO AS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19