Coronavírus

Lay-off: “Há pessoas a dar o litro para que seja concretizado o mais rapidamente possível”

Lay-off: “Há pessoas a dar o litro para que seja concretizado o mais rapidamente possível”

Em mês e meio o Governo recebeu 103 mil pedidos.

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro visitou esta quarta-feira o Instituto da Segurança Social e elogiou o esforço feito para cumprir o pagamento dos apoios às empresas que recorreram ao lay-off, dizendo que os serviços superaram o compromisso que tinha sido feito inicialmente.

António Costa diz que desde que foi anunciada a medida, há pessoas “a dar o litro e o seu melhor” para que seja concretizada o mais rapidamente possível.

António Costa fez mesmo a comparação com o último ano e, com o mesmo ritmo de trabalho, levaria 187 anos a tratar todas as candidaturas entregues nos últimos dois meses.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO AS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19