Coronavírus

Medidas do Governo de combate à pandemia atingem 12,7% do PIB

RAFAEL MARCHANTE

O Programa de Estabilidade não inclui previsões macroeconómicas para 2020, devido ao contexto associado à pandemia de Covid-19, tendo o Governo já adiantado que as apresentará até ao final de junho.

Especial Coronavírus

As medidas do Governo de combate à pandemia de Covid-19 chegam aos 12,7% do PIB, entre 0,9% mensais com impacto orçamental e 11,8% sem reflexo no Orçamento do Estado, de acordo com o Programa de Estabilidade (PE).

Nas medidas com impacto orçamental para "reforçar a proteção social dos trabalhadores e das suas famílias, proteger postos de trabalho e apoiar a disponibilidade de liquidez para as empresas", o Governo estima "no seu conjunto, um pacote orçamental de cerca de 2 mil milhões de euros por mês (0,9% do PIB), incluindo medidas com incidência única".

"Acresce um pacote de medidas discricionárias com impacto financeiro e sem impacto orçamental de mais de 25,1 mil milhões de euros (11,8% do PIB), incluindo apoio à liquidez das empresas, concessão de incentivos, moratórias de crédito e de rendas, e prorrogações fiscais e contributivas", pode ler-se no Programa de Estabilidade 2020, elaborado pelo Governo e que deu hoje entrada no 'site' da Assembleia da República.

ACOMPANHE AQUI TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19