Coronavírus

Norte-americana em confrontos com polícia após se recusar a usar máscara

SIC

O vídeo do momento tornou-se viral nas redes sociais.

Especial Coronavírus

O confronto entre uma mulher e um polícia fora de serviço num centro comercial Walmart, nos Estados Unidos, está a dar que falar, depois de chegar às redes sociais o vídeo do momento, que mostra o homem a atirar a cliente ao chão por esta se ter recusado a usar máscara.

O episódio ocorreu na terça-feira em Birmingham, no estado norte-americano do Alabama. A mulher enfrenta agora acusações criminais e o polícia, que estava a trabalhar como segurança da loja, está sob investigação.

O vídeo, que foi publicado no Facebook e tornou-se viral, mostra o segurança de máscara a tentar deter a mulher e, depois, a atirá-la ao chão.

De acordo com o The Washington Post, que cita o Departamento da Polícia de Birmingham, o confronto terá começado quando o segurança pediu à mulher para colocar uma máscara, antes de entrar na loja. Em vez de fazer o que lhe foi pedido, a mulher terá reagido de forma desordeira, o que levou ao confronto.

A mulher continuou a resistir e, por isso, o polícia usou a força para ter o controlo da situação. Esta decisão foi tomada por causa "dos outros fatores de ameaça na loja", disse o sargento Rod Mauldin, numa conferência de imprensa, na qual esclareceu ainda que a mulher não ficou ferida e recusou-se a receber qualquer tratamento médico.

A polícia de Birmingham teve conhecimento das imagens no mesmo dia que o incidente. Na conferência de imprensa, garantiu que a razão das ações do polícia foi a conduta desordeira e "não apenas a recusa em usar a máscara".

Segundo o jornal norte-americano, a mulher enfrenta agora a acusação dos crimes de conduta desordeira, resistência a detenção, invasão criminal em terceiro grau e posse de marijuana.

O polícia está também a ser investigado pela força usada.

Perante a pandemia do novo coronavírus, as instituições de saúde federais dos Estados Unidos da América aconselham o uso de máscara.