Coronavírus

Celebrações em Fátima sem peregrinos pela primeira vez na história

Esta noite, após a oração do rosário, seguir-se-á a Procissão de Velas, realizada num trajeto mais curto.

Especial Coronavírus

A peregrinação internacional de maio começa hoje à noite, em Fátima, naquela que será uma celebração "atípica" face à pandemia da Covid-19, não contando com peregrinos pela primeira vez na sua história.

A peregrinação, que decorre hoje e quarta-feira, vai realizar-se, de forma inédita, sem peregrinos no recinto do Santuário de Fátima, na sequência das decisões do Governo face à pandemia da Covid-19.

As celebrações, que começam às 21:30 de hoje, vão contar apenas com a presença de pessoas diretamente implicadas nos diferentes momentos celebrativos e, a somar-se aos apelos do Santuário às pessoas para ficarem em casa, a GNR está desde sábado a impedir o acesso de peregrinos a Fátima.

Celebrações do 13 de Maio vão ter menos de 100 participantes

Face à situação "atípica", o Santuário de Fátima pediu aos peregrinos que, não podendo estar presentes, peregrinem "com o coração", desafiando-os a acender uma vela na noite de hoje, nas janelas das suas casas, por forma a repetir "um dos gestos mais icónicos de Fátima".

A peregrinação de Maio vai decorrer a partir da Capelinha das Aparições, com transmissão em www.fatima.pt, assim como no canal de Youtube e na página de Facebook do Santuário.

No dia 13, quarta-feira, a oração do rosário começa às 09:00, na Capelinha das Aparições, seguindo-se a celebração da missa, presidida pelo cardeal António Marto, bispo de Leiria-Fátima, terminando as celebrações com a Procissão do Adeus.

13 de Maio sem peregrinos, mas mantém-se a celebração da fé

Companhia de dança faz homenagem a peregrinos