Coronavírus

Semana de quatro dias pode ser a chave para a recuperação da pandemia

A proposta é da primeira-ministra da Nova Zelândia, país em que a gestão da pandemia é elogiada internacionalmente.

Especial Coronavírus

A transmissão comunitária foi contida na Nova Zelândia, depois do Governo de Jacinda Ardern ter imposto um dos mais rigorosos confinamentos no mundo e o encerramento de todas as atividades.

Medidas draconianas que deram frutos. Com cerca de cinco milhões de habitantes, o país regista duas dezenas de mortes e pouco mais de 1.500 infetados.

De maneira informal, num vídeo publicado nas redes sociais, Jacinda Ardern sugeriu que alterando a semana de trabalho para quatro dias, poderá permitir que o mercado turístico doméstico se expanda.