Coronavírus

Bolsonaro diz que vídeo "não" comprova interferência na Polícia Federal

Bolsonaro diz que vídeo "não" comprova interferência na Polícia Federal

Foi divulgado um vídeo onde o presidente brasileiro afirma que irá interferir nos Ministérios.

Especial Coronavírus

Após a divulgação de um vídeo, pelo Supremo Tribunal Federal brasileiro, em que Jair Bolsonaro disse perante os seus ministros que "se fosse preciso" trocaria os dirigentes dos Ministérios para não prejudicarem a sua família, o presidente do Brasil afirmou que o vídeo não comprova qualquer interferência na Polícia Federal e que Sérgio moro se está a fazer de vítima.

Em causa, está a investigação da Polícia Federal a um dos filhos de Jair Bolsonaro.