Coronavírus

Estudo diz que confinamento evitou cerca de 150 mortes e 5.500 infetados

Estudo diz que confinamento evitou cerca de 150 mortes e 5.500 infetados

Escola de Saúde Pública diz que confinamento achatou a curva.

Especial Coronavírus

Se o país não tivesse parado teriam morrido mais pessoas e os hospitais tinham atendido o triplo dos doentes graves que receberam. São as conclusões de um estudo feito pela Escola Nacional de Saúde Pública.