Coronavírus

Fórmula 1 divulga calendário de oito corridas na Europa

Albert Gea

É esperada a realização entre 15 a 18 Grandes Prémios.

Especial Coronavírus

O Mundial de Fórmula 1 vai arrancar com oito corridas em solo europeu, entre julho e setembro, divulgaram hoje os organizadores do campeonato, que esperam realizar entre 15 a 18 Grandes Prémios.

Para já, são conhecidos os primeiros oito, os dois primeiros no Red Bull Ring de Spielberg, na Áustria, nos dias 5 e 12 de julho.

Segue-se, em 19 de julho, o Grande Prémio da Hungria e, depois, nova dupla jornada em Silverstone, no Reino Unido, em 2 e 9 de agosto.

O GP de Espanha, na Catalunha, será em 16 de agosto. Segue-se a Bélgica, em Spa-Francorchamps, em 30 de agosto, e o GP de Itália, no circuito de Monza, em 6 de setembro.

"Devido à pandemia de Covid-19, a F1 está a finalizar os detalhes do calendário alargado e espera divulgá-lo nas próximas semanas, contando ter um total de 15-18 corridas antes do final da temporada, em dezembro", lê-se no site oficial do campeonato.

Para já, as primeiras corridas não terão público nas bancadas, mas o patrão da F1, o norte-americano Chase Carey, espera que "nos próximos meses a situação permita o regresso dos adeptos, desde que seja seguro".

Recorde-se que o início do Mundial de F1 estava previsto para o dia 15 de março, na Austrália, mas a prova foi cancelada devido à Covid-19. Ao todo, já foram canceladas ou adiadas 10 das 22 corridas da temporada.