Coronavírus

DGS afasta risco de transmissão na água doce e diz que albufeiras são seguras

PEDRO SARMENTO COSTA

Risco de transmissão do novo coronavírus na água das albufeiras e praias fluviais é "ínfimo", disse Graça Freitas.

Especial Coronavírus

A diretora-geral da Saúde afirmou que o risco de transmissão do novo coronavírus na água das albufeiras e praias fluviais é "ínfimo", sublinhando que a sua utilização é segura.

"São grandes extensões de água e, portanto, o risco de transmissão é ínfimo, até porque depois os vírus estão já diluídos na água e não entrarão pela via respiratória", explicou Graça Freitas durante a habitual conferência de imprensa de atualização da informação sobre a pandemia de covid-19 em Portugal.

Questionada sobre se durante este verão as albufeiras e praias fluviais são uma opção segura para os banhistas que habitualmente frequentam estes espaços, a diretora-geral assegurou que "será tranquilo e será seguro".

Graça Freitas apelou, no entanto, para o cumprimento das regras de segurança na "zona seca" destas praias, da mesma forma que está previsto para as praias oceânicas.

"A permanência na zona seca da albufeira é semelhante à das praias ou à das piscinas, sempre mantendo aquelas medidas, que implicam o distanciamento social, a higiene das mãos e a etiqueta respiratória", afirmou, acrescentando que "essa questão se aplica a todas as situações".