Coronavírus

Abono de família extra e complemento de estabilização. Os apoios suplementares do Governo

Medidas poderão ser pagas entre agosto e setembro.

Especial Coronavírus

O Governo vai criar dois apoios suplementares para as famílias mais afetadas pela pandemia.

Trata-se de um abono de família extra e de um complemento de estabilização para quem perdeu parte do salário nos últimos três meses.

A noticia, avançada esta manhã pelo jornal Público, explica que o plano de estabilização destina-se a trabalhadores em lay-off com um ordenado até 1.270 euros mensais. O valor deve ser pago em agosto e vai corresponder a um terço do salário.

Já o abono exta destina-se às famílias cujos filhos já recebem este apoio do 1.º ao 3.º escalão. Deve ser pago em setembro, como forma de apoio ao regresso às aulas, e corresponde ao valor base do abono de família.