Coronavírus

Unicef e OIT alertam para possível aumento do trabalho infantil

Hannah Mckay

"Muitos milhões de crianças correm o risco de serem empurradas para o trabalho infantil em resultado da crise da covid-19".

Especial Coronavírus

O trabalho infantil pode vir a aumentar por causa da pandemia. O alerta é da Unicef e da Organização Internacional do Trabalho.

Num extenso documento, divulgado no dia em que se assinala o Dia contra o Trabalho Infantil, os dois organismos recordam que o trabalho infantil reduziu-se em 94 milhões desde o ano 2000, mas lamentam que o resultado alcançado esteja neste momento ameaçado.

"Muitos milhões de crianças correm o risco de serem empurradas para o trabalho infantil em resultado da crise da covid-19, e que pode levar pela primeira vez a um aumento do trabalho infantil após 20 anos de progresso", conclui o documento conjunto

A falta de recursos familiares e o facto de as escolas estarem fechadas são as razões apontadas para um possível aumento do número de crianças a trabalhar.

As organizações internacionais dizem, por isso, ser essencial agir o mais rápido possível para evitar essa subida e pedem aos Governos que incluam a questão do trabalho infantil nos modelos de recuperação económica e social.