Coronavírus

Cirque du Soleil pede insolvência. Despedidos 3.500 trabalhadores

Cerca de 20 espetáculos inseridos numa tour mundial foram cancelados devido à pandemia.

Especial Coronavírus

O Cirque du Soleil avançou esta terça-feira com um pedido de insolvência. Foram despedidos 3.500 funcionários.

A decisão foi conhecida depois de três meses de suspensão de espetáculos por causa da pandemia de Covid-19. Foram cancelados quase 20 espetáculos no total, a maioria deles incluidos numa tour mundial.

A companhia de circo canadiana tem uma dívida de cerca de 890 milhões de euros. Vai tentar restruturá-la com a ajuda do governo e de fundos de capital privado.