Coronavírus

UEFA diz que quarentena de equipas inglesas é decisão dos Governos

Denis Balibouse

Portugal não está na lista publicada de 59 países e territórios onde os britânicos podem passar férias sem cumprir quarentena no regresso.

Especial Coronavírus

O cumprimento de 14 dias de quarentena para equipas inglesas que eventualmente disputem em Portugal a fase final da Liga dos Campeões em futebol será uma decisão dos Governos nacionais, salientou à agência Lusa a UEFA.

Portugal, onde foram identificados vários surtos localizados nas últimas semanas, não está na lista publicada de 59 países e territórios onde os britânicos podem passar férias sem cumprir quarentena no regresso e que inclui Espanha, Alemanha, Grécia, Itália, Macau ou Jamaica.

O sistema vai entrar em vigor na sexta-feira, 10 de julho, e permite evitar que quem chegue destes países tenha de ficar 14 dias em isolamento, como acontece atualmente com todas as pessoas que chegam a Inglaterra do estrangeiro, ou arriscam uma multa de mil libras (1.100 euros).

Final da Liga dos Campeões em Lisboa

Em 17 de junho, a UEFA anunciou que a Liga dos Campeões, suspensa em março devido à pandemia de covid-19, seria definida através de uma inédita 'final a oito' a realizar em campos neutros, em Lisboa, nos estádios da Luz (Benfica) e José Alvalade (Sporting), entre 12 e 23 de agosto.

Os jogos dos quartos de final terão lugar entre 12 e 15 de agosto, enquanto as meias-finais realizar-se-ão em 18 e 19, e a final em 23.

As eliminatórias da 'final a oito' serão decididas em apenas uma partida, ao contrário das habituais duas mãos, sendo que, até ao momento, já se apuraram para os 'quartos' Atalanta, Leipzig, Atlético de Madrid - que eliminou o campeão europeu em título, Liverpool - e Paris Saint-Germain.

Com a paragem da competição, ficaram por decidir quatro embates da segunda mão dos oitavos de final da 'Champions': Manchester City-Real Madrid (2-1, na primeira mão), Juventus-Lyon (0-1), Bayern de Munique-Chelsea (3-0) e FC Barcelona-Nápoles (1-1).

Decisão sobre quarentena tomada pelos Governos nacionais

Se Chelsea e Manchester City se apurarem para a fase seguinte, as duas equipas vão viajar para Portugal para disputar a 'final a oito', com a UEFA a salientar que a decisão de cumprirem ou não depois os 14 dias de quarentena será tomada pelos Governos nacionais.

"Esse é um assunto para os governos nacionais, não para a UEFA", explica em resposta por escrito, lembrando que têm existido contactos e reuniões entre o organismo que tutela o futebol europeu e o Governo português para a realização da prova.