Coronavírus

Internados com covid-19 duplicam em menos de três semanas em Madrid

Vanda Paixão

Vanda Paixão

Editora de Imagem

Hospitais da capital espanhola continuam a adiar cirurgias e a transferir doentes.

Saiba mais...

Com um terço dos novos casos de covid-19 de Espanha, a pressão em Madrid é notória, mas o Governo garante que a situação está controlada.


Espanha registou 8.866 casos e 34 mortes nas últimas 24 hora

Espanha contabilizou esta quarta-feira 8.866 novos casos de covid-19, menos 100 do que na terça-feira, elevando para 543.379 o número de infetados desde o início da pandemia, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

O país tem mais 34 mortes com a doença notificadas nas últimas 24 horas, metade dos notificados no dia anterior, aumentando o total de óbitos para 29.628.

Madrid continua a ser a comunidade autónoma com o maior número de novas infeções, 2.923 nos números contabilizados hoje, um terço do total nacional.

Deram entrada nos hospitais com a doença nas últimas 24 horas 1.107 pessoas, das quais 343 em Madrid, 127 na Andaluzia e 111 na Catalunha.

Tiveram alta do hospital 884 pessoas com o novo coronavírus, estando hospitalizadas 8.398 pessoas em todo o país, dos 1.131 em unidades de cuidados intensivos.

Espanha é o primeiro país da União Europeia a ultrapassar as 500 mil infeções de covid-19

Espanha é o primeiro país da União Europeia a ultrapassar as 500 mil infeções devido ao novo coronavírus e Madrid continua a ser a área mais atingida.