Coronavírus

Abono de família extra começa a ser pago na próxima semana. Mas só vai até aos 37,46 euros

O apoio extraordinário é atribuído uma única vez, no mês do regresso às aulas, e varia entre os 28 euros e os 37,46 euros.

Especial Coronavírus

O abono de família extra, anunciado pelo governo no início de junho, começa a ser pago na próxima terça-feira, dia 15 de setembro.

Este apoio extraordinário é atribuído apenas uma vez, no mês de regresso às aulas, e varia entre os 28€ e os 37,46€. Valor que apanhou muitos pais de surpresa, que com o anúncio de um abono de família extra pensaram que este mês iriam receber a dobrar, ou seja, que o valor deste "extra" seria o mesmo que recebem mensalmente com o abono de família "normal".

O valor a receber é fixo e não tem em conta os critérios que normalmente são valorizados, como o número de filhos, as idades e se a família é monoparental.

Por isso, o montante a receber depende unicamente do escalão de rendimento: quem está no primeiro escalão, recebe 37,46€ por cada filho; quem está no segundo, recebe 30,93€; e quem está no terceiro escalão recebe 28€.

Quarto escalão não tem direito a este apoio


Este abono de família extra é pago de forma automática, sem necessidade dos pais preencherem qualquer requerimento. Mas é importante ter os dados atualizados na Segurança Social Direta.