Coronavírus

Princesa Leonor de Espanha em quarentena

No dia em que celebra os 13 anos, a herdeira ao trono de Espanha, a princesa Leonor, discursou pela primeira vez ao público, num evento oficial para assinalar o 40.º aniversário da Constituição espanhola.

Juan Medina

Foi diagnosticado um caso de Covid-19 na turma da princesa.

Especial Coronavírus

A herdeira do trono de Espanha, a princesa Leonor de 14 anos, está em quarentena depois de diagnosticado um caso de Covid-19 entre os seus colegas de turma.


"Após o diagnóstico de um caso positivo de Covid-19 num dos alunos da turma da princesa das Astúrias, a escola recomendou aos pais que os alunos desta turma não venham nos próximos 14 dias", indicou o porta-voz do palácio citado pelas agências de notícias.

A princesa tinha regressado à escola esta quarta-feira, num estabelecimento privado em Madrid. Fará um teste para determinar se foi infetada pelo novo coronavírus.

Espanha bateu na sexta-feira recorde de novos casos diários com 12.183 infetados

A Espanha contabilizou esta sexta-feira 12.183 novos casos de covid-19, o número diário mais elevado desde o início da pandemia, elevando para 566.326 o número total de infetados, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

Por outro lado, o país registou mais 48 mortes com a doença nas últimas 24 horas, metade das notificadas na quinta-feira, aumentando o total de óbitos para 29.747.

Madrid continua a ser a comunidade autónoma com o maior número de infeções verificadas desde quinta-feira, com 1.427 novos positivos, seguido do País Basco com 563, Andaluzia com 403 e Aragão com 371.

Deram entrada nos hospitais com a doença nas últimas 24 horas 1.124 pessoas, das quais 331 em Madrid, 149 na Andaluzia e 111 na Catalunha.

Tiveram alta do hospital 919 pessoas com o novo coronavírus, estando hospitalizadas 8.658 pessoas em todo o país, dos quais 1.181 em unidades de cuidados intensivos.

Mais de 910 mil mortos no mundo

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 910 mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.855 em Portugal.

Na Europa, o maior número de vítimas mortais regista-se no Reino Unido (41.608 mortos, mais de 358 mil casos), seguindo-se Itália (35.587 mortos, mais de 283 mil casos), França (30.813 mortos, quase 354 mil casos) e Espanha (29.747 mortos, mais de 565 mil casos).

Links úteis

Mapa com os casos a nível global