Coronavírus

Covid-19. Ministras da Segurança Social e da Saúde rejeitam falta de preparação nos lares

Mas não garantem que casos como o de Reguengos não se voltem a repetir.

Especial Coronavírus

Desde o início da pandemia já morreram mais de 720 pessoas em lares de idosos.

Marta Temido e Ana Mendes Godinho dizem que se houve alguma falha do Governo não foi por falta de cordenação e planeamento, contrariando a oposição.

Deram-se orientações quantos aos procedimentos, testaram-se funcionários, distribuiram-se equipamentos de proteção individual e reforçaram-se os meios humanos. Mas foi aqui que a resposta aos surtos terá encontrado uma das maiores dificuldades, como explica Ana Mendes Godinho.

Com a chegada do outono, o Governo tem já previstas novas medidas. Para a Segurança Social vão entrar mais 150 funcionários já esta semana, será criada uma linha telefónica de apoio ao lares de idosos e haverá um reforço dos testes aos trabalhadores destas instituições.