Coronavírus

Primeiro-ministro considera "impensável" um novo confinamento

António Costa desvaloriza ocupação de 70% nos cuidados intensivos para doentes covid-19.

Especial Coronavírus

António Costa descarta totalmente a hipótese de um novo confinamento. Em entrevista à TVI, desvalorizou a taxa de ocupação nos hospitais, que ronda os 70%, nas unidades de cuidados intensivos, para doentes covid-19.

O primeiro-ministro diz que o Serviço Nacional de Saúde está longe de estar sob pressão.

Sobre o Natal, António Costa não antecipa novas medidas restritivas à circulação, como aconteceu na Páscoa, mas reconhece que as famílias terão de se reorganizar.