Coronavírus

Alemanha regista novo máximo diário de infeções pelo novo coronavírus

Teste rápido para a Covid-19, Instituto Frauenhofer em Dresden, na Alemanha.

MATTHIAS RIETSCHEL/ REUTERS

O país contabiliza mais de 11 mil infeções em 24 horas.

Especial Coronavírus

A Alemanha contou 11.287 novas infeções de Covid-19 nas últimas 24 horas, um novo máximo diário no país desde o início da pandemia, indicaram dados oficiais publicados esta quinta-feira.

Este número, que na quarta-feira tinha sido de 7.595, ultrapassa o anterior máximo diário registado na sexta-feira passada, em que tinham sido registados 7.830 casos pelo Instituto de Saúde Pública Robert Koch.

A Alemanha, tal como vários países europeus, tem assistido nas últimas semanas a um forte aumento das infeções causadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Perante o agravamento da situação, as autoridades alemãs reforçaram as medidas contra a pandemia, adotando nomeadamente restrições relativas a reuniões.

Em Berlim, as autoridades impuseram o uso de máscara em algumas ruas mais frequentadas.

No sábado, a chanceler alemã pediu aos cidadãos para reduzirem ao máximo os convívios sociais, mantendo-se em casa.

"O que será o inverno, o que será o nosso natal, será decidido nos próximos dias e nas próximas semanas", advertiu Angela Merkel.

O país, que se destacou por uma gestão bem sucedida da primeira vaga da doença na primavera, atingiu nos últimos dias vários máximos diários de casos em 24 horas.

Com estes novos números, pelo menos 380.762 pessoas foram infetadas na Alemanha, que registou um número total de 9.875 mortes causadas pela Covid-19.

Alemanha admite estar a perder o controlo das cadeias de transmissão