Coronavírus

Covid-19. Aumenta a onda de contestação na Europa contra medidas restritivas

Em Espanha e Itália a noite de sábado foi de confrontos.

Especial Coronavírus

As medidas decretadas para tentar conter a covid-19 estão a provocar uma onda de contestação em alguns países europeus: Espanha assistiu este fim de semana a alguns dos protestos mais violentos.

Este sábado, junto à catedral de Barcelona, centenas de manifestantes juntaram-se para protestar contra os recentes despejos que assolam a cidade em plena crise pandémica. Muitos edifícios ocupados até ao confinamento de março tinham sido poupados, mas desde o verão uma onda de despejos tem gerado uma contestação crescente.

Não foi a única nas ruas catalãs, onde este fim de semana se multiplicaram protestos contra as novas medidas de restrição impostas para controlar a pandemia.

Mas a contestação não foi exclusiva da região autónoma. Na Gran Via, em Madrid, houve atos de vandalismo registados por telemóvel. Em pelo menos outras seis cidades, houve violação do recolher obrigatório, confrontos com a polícia e danos materiais.

Em Itália também várias cidades viveram uma noite agitada. Protesto e vandalismo acabaram por confundir-se num clima de desagrado pelas medidas restritivas decretadas pelo Governo. Nos últimos dias, Itália tem ultrapassado a fasquia dos 30 mil novos casos diário de covid-19.

  • 4:11