Coronavírus

Covid-19. O que é uma bolha? Graça Freitas explica

A Diretora-Geral da Saúde falou da importância de respeitar a bolha para evitar a propagação.

Especial Coronavírus

Portugal registou esta segunda-feira mais 46 mortes e 2.506 novos casos de covid-19. No total, são já 2.590 vítimas mortais e 146.847 infetados pelo novo coronavírus no país.

Na conferência de imprensa diária, Graça Freitas relembrou que as únicas medidas eficazes contra a propagação do coronavírus são os comportamentos individuais, o estilo de vida de cada cidadão, sobretudo no que diz respeito à redução de contactos.

O que é uma bolha e qual é a sua importância

Continuar a viver, mas reduzir o número de contactos. É este o apelo de Graça Freitas, que explica que uma bolha é um sítio isolado onde cada um pode estar com algumas pessoas. É, por exemplo, a família que mora na mesma casa e alguns colegas de trabalho.

“A bolha é a família que mora na mesma casa. Familiares que vivem noutras casas não são da minha bolha. Da mesma forma, nem todos os colegas de trabalhos são da minha bolha. Os nossos amigos não são da nossa bolha, vêm de outras bolhas que se misturam sempre que estamos juntos”, explicou.

Explica ainda que é imperativo reduzir os contactos fora desta bolha e, quando tal não é possível, ter cuidados redobrados como a distância física, o uso de máscara, a etiqueta respiratória e a desinfeção das mãos.

“Estamos todos cansados, queremos continuar as nossas vidas, mas a fadiga não nos pode fazer baixar a guarda, não podemos facilitar e dar passos que nos desprotejam”.