Coronavírus

Biden anuncia grupo de trabalho para combater a pandemia e implora: "Usem máscara"

Presidente eleito falou ainda sobre a vacina da Pfizer.

Especial Coronavírus

O Presidente eleito dos Estados Unidos anunciou esta segunda-feira o grupo de trabalho para tentar controlar a pandemia da covid-19.

Joe Biden disse, numa conferência de imprensa, que os resultados da vacina da Pfizer são positivos e que, em breve, a FDA leverá a cabo um processo de análise e aprovação rigorosas para que os ameicanos possam ter confiança total em qualquer vacina aprovada.

Ao contrário de Donald Trump, o democrata sublinha o facto de que a vacina, mesmo que seja aprovada, só estará disponível daqui a "muitos meses" e, por isso, o desafio é cada vez maior.

"Embora ainda não esteja no cargo, estou só a delinear o que esperamos fazer e oxalá parte disto possa ser feito entre agora e a minha tomada de posse.", afirmou.

Esta segunda-feira, Joe Biden pediu também aos norte-americanos para usarem máscara de forma a combater a propagação do coronavírus. "Não importa em quem votou, somos americanos e o nosso país está ameaçado", alertou.

O democrata disse que o uso de máscaras pode diminuir o número de mortos que, segundo estima, podem ser mais 200.000 antes de uma vacina estar disponível.

Biden disse: "Por favor, eu imploro, use máscara".

TASK FORCE de Biden

O Presidente eleito reuniu uma equipa de especialistas para preparar o combate à pandemia quando chegar ao cargo, em janeiro de 2021. Sabe-se que David Kessler, ex-comissário da FDA é co-presidente da "task force" ao lado de Marcella Nunez-Smith, professora associada da Universidade de Yale e reitora associada, cuja pesquisa se centra na promoção da igualdade de cuidados de saúde para populações marginalizadas.

Também faz parte do grupo Rick Bright, um denunciante que foi rebaixado após criticar a resposta pandémica do governo Trump. Bright já foi chefe da Autoridade Biomédica de Pesquisa e Desenvolvimento Avançado.

  • 1:41